Viagem à roda de Machado

Viagem à roda de Machado

Ensaio publicado na revista Crioula, em 2010. Foi vencedor no Concurso Machado de Assis (1908-2008), patrocinado pela Pontifícia Universidade
Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

RESUMO: No conto “Viagem à roda de mim mesmo”, Machado de Assis dialoga não só com autores que trataram da caracterização de um novo tipo de viajante, o flâneur sentimental, mas estabelece um contraponto em sua releitura do termo der Doppelgänger. Assim, a hipótese deste ensaio é mostrar como a “viagem” se apresenta como desmitificação da corrente literária do fantástico e inscrição do próprio duplo ficcional.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Ensaios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s